Luis Gomes/RN: Prefeito agride vereador na sede da Prefeitura.

A cidade de Luis Gomes/RN tem vivido a pior crise política e administrativa da história, são diversas denúncias feitas pelos cidadãos e vereadores da oposição, com isso, parece que o Prefeito Tadeu Nunes e sua família estão perdendo o controle. Segundo uma postagem do Vereador Luciano Pinheiro em uma rede social (Facebook), o chefe do executivo da Serra de Santana usou da agressão para intimidá-lo após saber de algumas denúncias feitas pelo vereador a respeito do seguro safra no Jornal da Rádio Mandacaru.

Acompanhe a postagem na íntegra:


PREFEITO TADEU E FAMÍLIA ME AGREDIRAM NA PREFEITURA
Na manhã de ontem fui convidado pelo Procurador Geral do Município, Francisco Moreira Junior, para comparecer a Prefeitura Municipal. Ao chegar soube que se tratava de uma fala que fiz, no Jornal da Mandacaru a respeito do Seguro Safra. Não demorou e entrou na sala, interrompendo, a esposa do prefeito, Maria Magda Nunes, Secretária Municipal de Ação Social, e começou uma provocação que terminou em discussão entre mim e ela. Não é a primeira vez que isso acontece. Quase sempre quando entro na prefeitura para resolver ou discutir problemas do Mandato de Vereador ou do Sindicato dos Servidores sou cercado de Secretários. Percebo que isso é uma tentativa de me intimidar.
O Procurador, parece chamado por alguém, saiu da sua sala e pouco tempo depois retornou na companhia de um grupo que incluía o Prefeito, Cargos Comissionados e Secretários num alvoroço medonho. Aos gritos o prefeito se dirigiu a mim (com palavras que serão ditas em momento oportuno), vindo na minha direção e foi segurado pelos presentes. Eu continuei sentado numa cadeira velha e quebrada, encostado numa parede. Na minha frente, a uma distância de cerca de 10 centímetros, o filho do prefeito, Secretário Municipal de Saúde, Francisco Tadeu Nunes Júnior, de olho arregalado, gritava “... eu sou homem (...)”. Respondi pra ele, “também sou”. Do outro lado gritava, num desespero terrível, a Secretária de Finanças e irmã do prefeito, Maria Estela Nunes: “Saia daqui vereador, quem lhe chamou aqui, vá embora”. Mais adiante, do meu lado esquerdo, a esposa do prefeito dizia “palavras” que eu não consegui ouvir com clareza. Não houve agressão física e nem choro, como disseram. O ocorrido chegou ao conhecimento do Ministério Público.
Foi um momento difícil, de desespero por parte dos agressores e de constrangimento para mim que tenho me dedicado diuturnamente a pensar e apontar soluções para resolver os problemas de Luís Gomes. Parecia que eu tinha caído numa armadilha. Foi isso que senti. Eles não estavam ali para dialogar e sim para gritar, agredir verbalmente, (...), como se isso resolvesse alguma coisa. Agiram como coronéis, os donos de tudo e de todos. Na verdade nem isso eles sabem ser.
A questão do Seguro Safra foi apenas uma desculpa. Enxergo que as denúncias, quase diárias, feitas por mim nos meios de comunicação, principalmente no Jornal da Mandacaru, e, muitas encaminhadas ao Ministério Público Estadual, é o motivo real para o desespero que se abateu sobre os “Nunes” (Firmino). Posso incluir no pacote o meu voto a favor da reprovação das contas do exercício financeiro de 2011 do Poder Executivo; as denúncias sobre o Sistema de Saúde Municipal; as Notas de Empenho e as fraudes no Diário Oficial do Município.
No momento, é triste dizer isso, somente o afastamento do prefeito Francisco Tadeu Nunes poderá nos trazer dias melhores. É um período de trevas jamais visto na história político-administrativa do nosso querido município. A RENÚNCIA, neste momento, não é um ato de covardia, encaro como um gesto de coragem dele. “RENUNCIE TADEU!” é a palavra (expressão) de ordem que deveria sair da boca e do coração de todo o luisgomense.




 

Desenvolvido por Gilberto Designer