O "quarto turno" e a vitória de Henrique sobre Robinson.


A eleição para presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte se anuncia como o quarto turno do pleito eleitoral, ocorrido inicialmente, em outubro do ano passado.
E nesse contexto já há o pré-anúncio da vitória do deputado federal Henrique Eduardo Alves, presidente estadual do PMDB, sobre o governador Robinson Faria, presidente estadual do PSD. O líder peemedebista, ainda quando candidato ao Executivo, assumiu compromisso com a eleição do deputado Ricardo Motta para presidente da Assembleia Legislativa e assim vem mantendo. Inclusive, a bancada do PMDB, afora o deputado Álvaro Dias que praticamente já aderiu ao Governo do PSD, todos os outros se mantém com a orientação de Henrique para votar em Ricardo Motta.

Por outro lado, o governador Robinson Faria tem a relação com a sua bancada, de oito deputados, sem uma gestão direta sobre a disputa para a Mesa Diretora da Assembleia. O resultado da equação é que até o futuro líder da bancada do Executivo na Assembleia, deputado José Dias, já declarou apoio ao deputado Ricardo Motta que, neste momento, é o grande favorito para a presidência do Legislativo.

HISTÓRICO
A eleição para presidente da Assembleia se coloca como o quarto turno porque o terceiro já ocorreu: a eleição da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte quando Henrique Alves apoiou Benes Leocádio e Robinson Faria articulou pró Francisco José Júnior, com vitória deste último com diferença de dez votos.
Nesse quarto turno, a oito dias da disputa, o jogo pode ser por “wo”.

TRIBUNA DO NORTE.

 

Desenvolvido por Gilberto Designer